6 Cidades europeias da época medieval que estão bem preservadas até hoje e valem a visita

A era medieval, também chamada de Idade Média, trata-se do período de cerca de 1000 anos entre a queda do Império Romano e o início da Renascença na Europa. O fim desse período, que se destacou principalmente pela cultura e arquitetura gótica, ocorreu há mais de 500 anos. Por esse motivo, é ainda mais impressionante que cidades inteiras daquele tempo histórico tenham sobrevivido até os dias atuais. Conheça abaixo algumas dessas cidades que podem ser visitadas até hoje e que são verdadeiros museus vivos.

1 – Carcassonne, França

As enormes muralhas da fortaleza de Carcassonne medem cerca de 3 quilômetros de comprimento, com 52 torres estrategicamente colocadas em toda a sua extensão. Essa estrutura foi feita como uma fortaleza para proteger a cidade de ataques na era medieval.

Muitos anos depois que a fortaleza medieval foi desmilitarizada por Napoleão Bonaparte durante a Restauração, ela havia se deteriorado a tal ponto que em 1849 o governo francês decidiu que deveria ser demolida, mas a população foi contra a ideia e o local então foi restaurado, tendo sido declarado patrimônio da Unesco em 1997.

2 – Monsanto, Portugal

A pitoresca vila de Monsanto é verdadeiramente um museu em forma de cidade, preservado na encosta da montanha. Além de sua arquitetura medieval, Monsanto se destaca pela infinidade de pedras gigantes que definem sua paisagem, que se incorporam nas estruturas de seus edifícios. Como resultado, algumas casas parecem estar presas entre as enormes pedras.

3 – Praga, República Tcheca

Praga é um dos destinos turísticos mais visitados da Europa. E graças ao fato de que não foi muito deteriorada pelos eventos da Primeira e Segunda Guerra Mundial, é geralmente considerada a cidade medieval mais bem preservada da Europa. A bela arquitetura gótica é uma característica marcante em toda a cidade. Conforme declara a UNESCO, o centro histórico de Praga se destaca como “uma manifestação suprema do urbanismo medieval”.

4 – Toledo, Espanha

Declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1986, Toledo é conhecida como a “Cidade das Três Culturas”, graças às influências das comunidades cristã, muçulmana e judaica que ali habitaram ao longo da história. Na cidade há sinuosas ruas de paralelepípedos e uma extensa lista de monumentos históricos, além de outras riquezas culturais e naturais.

5 – Bruges, Bélgica

Também conhecida como “Veneza do Norte”, Bruges é considerada uma das cidades medievais mais bem preservadas da Europa. Graças à sua arquitetura medieval intacta e sua paisagem urbana gótica, no ano 2000 o centro histórico da cidade foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO. E após um período de revitalização durante a segunda metade do século 19, tornou-se um importante destino turístico europeu.

6 – Citta di San Marino, Itália

Citta di San Marino situa-se majestosamente no topo do Monte Titano, que é o ponto mais alto do país. A cidade ainda existe hoje, notavelmente preservada e relativamente intocada em seu estado medieval. Em parte por esse motivo, o Centro Histórico de San Marino no Monte Titano também faz parte da lista de Patrimônios Mundiais da UNESCO.