Aneel autoriza aumento médio de 6,02% na conta de energia para consumidores da Enel RJ

Conta de energia pesará ainda mais no bolso do consumidor fluminense (Foto: reprodução)

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (9), reajuste tarifário anual da Enel Distribuição Rio (Enel RJ). As novas tarifas que ficam na média de 6,02%, passarão a vigorar em 15 de março para 2,7 milhões de unidades consumidoras, localizadas em 66 municípios do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo a Aneel, os fatores que mais impactaram o presente processo tarifário foram: os custos com transporte de energia; pagamento de encargos setoriais e custos com compra de energia, em especial, da Usina de Itaipu que é valorada em dólar. “Vale ressaltar que o empréstimo da Conta-Covid contribuiu para amenizar o impacto do reajuste em -14,29%”, disse a agência em nota.

O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Fonte: Terceira Via