Corpo de PM morto em acidente será sepultado na manhã desta terça, no Caju

O corpo do cabo da Polícia Militar André Nunes Batista, morto em um acidente de carro, na manhã desta segunda-feira (7), no km 174 da BR-101, na altura de Macaé, será sepultado na manhã desta terça (8), no Cemitério do Caju, em Campos dos Goytacazes. No veículo que o militar dirigia ainda viajavam, com destino ao Rio de Janeiro, a secretária municipal de Envelhecimento Saudável e Ativo de Campos, Heloisa Landim; a advogada Eliza Abud e um quarto ocupante identificado como Patrick Abreu. Heloísa e Eliza seguem internadas em Macaé.

De acordo com a concessionária que administra a BR-101, o veículo no qual as vítimas viajavam colidiu com um caminhão.

A secretária sofreu trauma no tórax e teve uma costela fraturada, mas está lúcida, orientada e respirando em ar ambiente. Os primeiros exames foram realizados no Hospital Público de Macaé (HPM), para onde as vítimas foram levadas após o acidente. A expectativa é de que Heloísa seja transferida para um hospital particular nas próximas horas. Elisa fraturou a perna e Patrick e o motorista do caminhão sofreram ferimentos leves.

O policial André, a secretária Heloísa e a advogada Eliza (Foto: Reprodução/JTV)

O corpo no militar, que era lotado no setor de Patrimônio da Polícia Militar, no Rio, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Macaé, de onde foi liberado por volta das 16h desta segunda-feira. Mais conhecido como Badeé, ele era segurança e motorista do presidente do Instituto de Trânsito e Transporte (IMTT) de Campos, Felipe Quintanilha.

A Prefeitura de Campos, por meio da Superintendência de Comunicação, declarou que lamenta profundamente o acidente e que município acompanha o caso, inclusive quanto ao estado de saúde das vítimas. O município informou, ainda, que a viagem era de caráter pessoal e que o veículo não era oficial da Prefeitura.

Fonte: Terceira Via