Defesa Civil de Campos monitora nível do Rio Muriaé após enchente em cidade de Minas

Obra preventiva começou na manhã deste sábado (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Defesa Civil e a Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro (Coagro), realizam, na manhã deste sábado (20), o tamponamento de um manilhão na localidade de Três Vendas. Trata-se de uma ação preventiva, já que o Rio Muriaé recebe água da região de Minas Gerais, onde houve enchente na última sexta-feira (19), no município de Manhuaçu. O secretário e o subsecretário de Defesa Civil, respectivamente coronel Alcemir Pascoutto e major Edison Pessanha, estão acompanhando as ações no local e informaram que o impacto da chegada desse volume de água deve ser menor em Campos, uma vez que o rio Paraíba do Sul está com o nível normalizado.

A medida preventiva foi adota de forma emergencial para minimizar possíveis danos causados à comunidade de Três Vendas, caso haja transbordamento do Rio Muriaé naquela região. O tamponamento dificulta a passagem de um grande volume de água e reduz as chances de inundação da localidade.

A manilha de 80cm de diâmetro era utilizada para irrigação da lavoura no local. Por estar desativada há anos, passou a desempenhar a função de um canal que contribuía para alagar a localidade de Três Vendas em casos de enchente do Rio Muriaé.

“Conseguimos, através de uma parceria com a Coagro, realizar esse tamponamento aqui hoje. A comunidade sabe tão bem quanto os órgãos competentes, a importância dessa ação para as cerca de 4 mil pessoas que moram em Três Vendas. Estamos cumprindo o nosso papel de agir de forma preventiva, adotando todas as ações possíveis para evitar eventuais desastres”, pontuou Pascoutto.

Monitoramento

A Defesa Civil está monitorando o nível dos rios no montante (região acima), tendo como referência outras Defesas Civis e o Corpo de Bombeiros dos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Fonte: Terceira Via