Disney Plus anuncia filmes que vão ignorar cinemas e estrearão direto no streaming

Direto para a casa dos fãs! Soul pulará estreia nos cinemas e chega ao streaming no Natal (Imagem: Divulgação / Pixar)

O ano de 2020 foi como nenhum outro. Devido à pandemia causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a indústria do entretenimento parou, com estúdios fechando as portas por tempo indeterminado e emissoras tendo que reavaliar a programação que iria ao ar, já que não houve conteúdos de séries e programas de TV inéditos por meses. Pela primeira vez na história, nenhum filme estreou nos cinemas brasileiros, e mesmo com as redes cumprindo os protocolos de reabertura, ainda é difícil dizer se o cronograma de lançamentos cinematográficos voltará ao normal, afinal de contas, as novidades acabaram sendo atrasadas por um ano.

Filmes esperados para este ano, como Viúva Negra, o último 007 de Daniel Craig e Velozes e Furiosos 9 tiveram datas de lançamento reagendadas tantas vezes que acabaram tendo informações vazadas. Por outro lado, há filmes que “perderam o prazo” de estreia nos cinemas e acabaram sendo disponibilizados diretamente no streaming, como foi o caso de Greyhound, que teve seus direitos de distribuição vendidos para o Apple TV+; SCOOBY! O Filme, que chegou às plataformas de conteúdo sob demanda; Um Crime Para Dois, da Paramount, que foi direto para a Netflix e, por fim, Mulan, Hamilton e Artemis Fowl: O Mundo Secreto, que “pularam” a estreia nos cinemas e foram disponibilizados diretamente no Disney+.

Diferente de Hamilton e Artemis Fowl, Mulan teve a exibição condicionada a uma taxa de locação por um período de três meses antes de ser integrado definitivamente ao catálogo do streaming, disponível para todos os assinantes. Com esse lançamento, a Disney acabou enxergando um novo modelo de negócio para se adaptar às consequências da crise causada pela COVID-19.

Soul pulará estreia nos cinemas e chega ao streaming no Natal

Já foi divulgado que Soul, a nova animação da Pixar, chega na plataforma no Natal, sem a necessidade de pagar uma taxa extra, mas a companhia já compartilhou a vontade e o interesse em tornar o “Premier Access” uma nova modalidade de compra e locação dentro da interface do aplicativo da Disney+.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui