Itaperuna – Segunda-Feira – MP investiga suspeita de fraude em vacinação contra Covid em Itaperuna

Vereador Glauber Bastos repercutiu caso em redes sociais

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) investiga suspeitas de fraudes durante a vacinação contra a Covid-19 no município de Itaperuna, no Noroeste Fluminense. O caso foi exposto pelo vereador Glauber Bastos (Cidadania) em suas redes sociais depois que ele teve acesso à ação instaurada pela 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do MPRJ em Itaperuna e também a uma lista da Secretaria Municipal de Saúde. Agora, o vereador quer propor uma CPI para investigar se houve falha ou fraude no sistema de vacinação.

Glauber Bastos, único parlamentar de oposição entre os 13 integrantes da Câmara Municipal de Itaperuna, afirmou que obteve a lista com supostos imunizados. Os 2,1 mil nomes com CPFs cadastrados chamaram atenção por aparecerem repetidas vezes. Há suspeitas de que pessoas teriam sido vacinadas antes da data prevista pelo calendário nacional do Ministério da Saúde. Além disso, outra suspeita de fraude foi a identificação de 112 pessoas que teriam acima de 120 anos de idade no município.

“A gente tem conhecimento de que a pessoa mais velha de Itaperuna tem 111 anos e vive em um asilo. Conheço pelo menos duas pessoas que não estavam na lista de prioridade para serem vacinadas, mas seus nomes aparecem entre os 2,1 mil da relação que obtive. Quero propor à Câmara Municipal uma CPI para apurar se houve fraude ou falhas na apresentação desses dados. Falta transparência”, diz o parlamentar.

COBRANÇA
O vereador cobrou ainda sobre a transparência no processo de vacinação em Itaperuna. Dados numéricos da doença e o total de vacinados costumam ser apresentados em postagens de redes sociais. Entretanto, a última lista de pessoas imunizadas no município foi divulgada pela no dia 4 de fevereiro. O “vacinômetro” na ocasião constava com 1.500 pessoas vacinadas. De lá para cá, não se sabe ao certo quais e quantas pessoas foram imunizadas.

A Câmara Municipal de Itaperuna deve estar reunida nesta segunda-feira (8), às 18h, para sessão ordinária. Sendo o único vereador de oposição, a aprovação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito parece pouco provável.

MPRJ EM AÇÃO
Segundo o promotor Matheus Rezende, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva, no Núcleo de Itaperuna do Ministério Público do RJ, assim que o município começou a vacinação, o MPRJ solicitou o envio de informações sobre quais pessoas foram vacinadas.

Município de Itaperuna (Foto: Reprodução)

“Precisávamos saber se a lista publicada pelo município estava sendo seguida, mas por duas vezes não tivemos resposta. Estávamos recebendo informações de casos de pessoas furando a fila e, em razão da inércia do município em nos responder, fizemos uma solicitação por meio da Justiça. Foi então que passamos a receber as listas diariamente e estamos investigando possíveis irregularidades”, explicou o promotor.

O promotor Matheus confirmou a informação divulgada pelo vereador Glauber de que há pessoas de 120 anos na lista, mas não informou mais detalhes para que as investigações não sejam comprometidas.

“Não podemos divulgar detalhes, mas estamos fazendo um pente fino na lista e estamos investigando ainda se no município existem essas pessoas de 120 anos. Caso haja comprovação de irregularidades, vamos tomar as medidas cabíveis contra quem recebeu a vacina, contra quem aplicou e quaisquer outras pessoas envolvidas na situação”, informou.

PREFEITURA NÃO COMENTA
A reportagem entrou em contatos com dois assessores de comunicação da Prefeitura de Itaperuna e do prefeito Alfredão para que esclarecessem sobre as acusações feitas pelo vereador Glauber Bastos. Um deles informou que solicitou à coordenação de imprensa um posicionamento sobre o caso, mas que não garantia responder neste domingo (7), pois não há expediente na Prefeitura Municipal. Nesta segunda pela manhã, a reportagem fez novo contato e enviou email com pedido de respostas, além de tentar falar diretamente com o prefeito Alfredão, mas por enquanto, a prefeitura não se pronunciou sobre o caso.

COVID EM ITAPERUNA
De acordo com boletim da Secretaria de Saúde publicado em redes sociais no dia 4 de março, Itaperuna possuía 21.047 casos confirmados de Covid-19. O número de mortes chega a 189. Só nos últimos dias, 117 novos casos da doença foram registrados.