Mapa da Covid-19: Região Noroeste Fluminense continua na ‘bandeira vermelha’

A 29ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada nesta sexta-feira(07/05) pela Secretaria de Estado de Saúde, mostra que o Estado do Rio de Janeiro está com bandeira laranja (risco moderado), mantendo o mesmo cenário epidemiológico da semana passada. As regiões Metropolitana I, Baía da Ilha Grande, Serrana e Noroeste permanecem com bandeira vermelha. Centro-Sul, Metropolitana II, Litorânea, Norte e Médio Paraíba seguem na laranja. A análise compara a semana epidemiológica 16 (18 a 24 de abril) com a 14 (4 a 10 de abril) de 2021.

Cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

O Estado do Rio de Janeiro apresentou uma redução de 31% no número de óbitos e as internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) caíram 32% na comparação entre as semanas epidemiológicas analisadas. As taxas de ocupação de leitos no estado, nesta sexta-feira (07/05), são 85,6% para leitos de UTI e 61% para leitos de enfermaria.

Os resultados apurados para os indicadores apresentados devem auxiliar a tomada de decisão, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada região.

Situação na Região Noroeste

Foi realizada na tarde desta sexta-feira (07/05), mais uma reunião de avaliação entre prefeitos e os promotores da Tutela Coletiva/Núcleo de Itaperuna, ao qual estão ligados nove municípios do Noroeste Fluminense. Ao final do encontro, ficou definido que as medidas restritivas em vigor até então permanecerão mantidas, entre as quais a proibição das aulas presenciais. Segundo o MP, neste momento 20 pessoas aguardam na fila por uma vaga em UTI/Covid na região. (Com Informações da SES-RJ)