Municípios da região adotam medidas mais restritivas contra Covid

Mais informação para você!

Com o aumento do número de casos e de internações em leitos comuns e de UTIs em toda a região, municípios como São João da Barra e Macaé anunciaram medidas ainda mais restritivas contra a Covid-19. Em SJB, a prefeita Carla Machado fez uma live na última quarta-feira (17) em que afirma que, se o ritmo de contágio não diminuir, em breve os hospitais do município não terão mais espaço para atendimentos. Macaé também anunciou aumento de 50% do número de atendimentos e já está na bandeira vermelha. Em Campos, uma reunião nesta sexta-feira (19) vai definir os novos rumos do município quanto às restrições no comércio impostas pelo avanço do coronavírus.

São João da Barra – o município totaliza 2.749 testes positivos para a doença desde o início da pandemia, com 2.413 recuperados e 83 óbitos. Atualmente, a taxa de ocupação em leito de UTI é de 43%. A prefeita Carla Machado alertou a população em uma live e anunciou que novas medidas serão divulgadas em breve.

“Ainda temos espaço no hospital, mas vai ser insuficiente se continuarmos nesse pique de contágio. Por isso, eu estou aqui para pedir a vocês que nos ajudem, que busquem de todas as formas seguir as regras porque é muito importante para a saúde. Nossa região ainda está na bandeira laranja, mas já sabemos que vai para a vermelha. Nós temos que fazer alguma coisa para poder segurar essa expansão e não vamos conseguir fazer isso se cada um não ajudar. Eu imploro a cada um de vocês que tome todos os cuidados. Se não nos unirmos, se não formos obedientes, se não seguimos as regras, fatalmente veremos muitas pessoas sucumbirem a esse vírus, muitas vezes sem oportunidade de tratamento”, desabafou a prefeita em vídeo.

O secretário de Saúde de São João da Barra, Sávio Sabóia, falou das novas medidas. “Somente os serviços essenciais funcionarão normalmente no fim de semana, mas bares, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais deverão estar fechados. O final de semana foi escolhido porque o município é turístico e há um aumento no número de pessoas na cidade durante o final de semana. O único objetivo é a prevenção da vida do sanjoanense”, disse.

(Foto Arquivo/Ilustração)

Macaé – Com a entrada na fase vermelha, o município anunciou o encerramento de atividades em espaços públicos, como praças, praias e cachoeiras, escalonamento de funcionamento do comércio e a readequação do espaço ocupado por número de pessoas, a diminuição de dias para cultos religiosos e da capacidade de pessoas nestes locais e toque de recolher das 23h às 5h.

O governo municipal informou ainda que tem atuado diariamente no enfrentamento da doença com ações efetivas. Entre elas, a compra de 30 novos respiradores, bloqueios sanitários, aumento da frota de ônibus, criação do Comitê Técnico de Enfrentamento à Pandemia e decreto que estabelece home office na administração pública direta e indireta.

Comércio do Centro de Campos (Foto: Priscilla Alves/JTV)

Campos – O município ainda não anunciou novas medidas diante da pandemia, mas membros do gabinete de crise foram convocados para duas reuniões. Há rumores de que em uma das ocasiões, Campos entraria em lockdown parcial, retornando à fase laranja que prevê fechamento de bares e restaurantes, academias, salões de beleza, shoppings, e proíbe eventos presenciais em igrejas e templos.

Outra possibilidade é do município entrar em lockdown total – fase vermelha. Nesta quarta-feira (17), o censo da Covid-19 registrou a ocupação de 73,11% de UTI e 74,71% de Clínica Médica. Já foram contabilizadas 778 mortes e 22.209 casos positivos”.

Fonte: Terceira Via