Paciente com Down consegue leito para Covid após foto viralizar

A foto de um enfermeiro que abraçou um paciente com síndrome de Down enquanto ele recebia oxigênio, no interior do Amazonas, viralizou e gerou comoção nas redes sociais. A atitude do profissional de saúde foi para tranquilizar o rapaz que, diagnosticado com Covid-19, estava com medo de colocar a máscara para aspirar o gás.

Após a repercussão da imagem, a família contou que conseguiu transferir o jovem para um leito de UTI em Manaus.

O registro foi feito no momento em que o Amazonas enfrenta um novo surto de Covid, e sofre justamente com a falta de oxigênio nos hospitais. Mais de 200 pacientes com Covid já foram levados a outros estados por conta do colapso.

A foto que viralizou foi feita em um hospital no município de Caapiranga, a 134 Km de Manaus. O paciente Emerson Junior Loureiro, de 30 anos, está em tratamento contra a Covid no local, informou a irmã dele, Eliane Loureiro.

Para ganhar a confiança do rapaz, a única maneira que o enfermeiro Raimundo Nogueira encontrou par dar oxigênio a ele por meio de uma máscara não-reinalante foi com um abraço.

“Como ele não entende, pois é um paciente especial e eu cheguei próximo dele, dei um abraço, e eu consegui ofertar oxigênio. Assim, ele percebeu que aquele oxigênio fazia parte do tratamento sim, pois até melhorou a respiração dele”, disse.

A foto foi feita na sexta-feira (23) por uma paciente, também com Covid-19, que estava na mesma ala do hospital. Ela pediu autorização da família para publicar a imagem nas redes sociais.

A família só não imaginava que a fotografia iria repercutir tanto. Foi por meio dos engajamentos das publicações que conseguiram um leito de UTI para o Emerson ser internado na capital.

Família consegue ajuda

A irmã do paciente disse que está há três semanas o acompanhando, após ele ter testado positivo para Covid-19. Sem recursos e com dificuldades, a foto foi um elo para a família conseguir uma vaga em leito de UTI para o paciente.

“O médico foi claro: ‘ou interna ou ele vai morrer’. Em Caapiranga não tem muito recurso. E, graças a Deus, com essa foto, deu certo”, afirmou.

A família fez uma viagem de risco, de lancha, e chegou ao município de Manacapuru nessa segunda-feira (25). Emerson chegou entubado na unidade hospitalar. O próximo passo, segundo familiares, é a internação do paciente no Hospital Delphina Aziz, em Manaus, que deve acontecer nas próximas horas.

Em Caapiranga, a família afirma que recebeu toda a assistência necessária do município e, principalmente, dos profissionais da saúde do hospital da cidade.

Fonte: G1.globo.com*